Que habilidades um profissional de Marketing Digital deve ter?

Em toda a história, vivemos o momento mais incrível para ser um profissional de Marketing Digital: Novas tecnologias surgem todos os dias, sejam elas novos facilitadores de rotina em forma de um aplicativo, ou uma nova ferramenta no Instagram que pode parecer pouca coisa, mas é capaz de tornar a comunicação online ainda mais personalizada.

Todos esses avanços são criados tanto para o público quanto para que os profissionais de marketing possam encontrar seu público, automatizar processos e estarem presentes na vida do consumidor.

Mas você deve estar pensando: Como acompanhar essas tendências?

Embora seja animador fazer parte de um futuro que está emergindo para a comunicação, os profissionais modernos devem manter em vista habilidades básicas que os tornarão incríveis e únicos em suas carreiras.

Quer saber o que pode te tornar o mais capacitado o possível em sua profissão?

Separamos uma lista de habilidades necessárias em Marketing Digital que são importantes para o futuro da comunicação e também do seu currículo. Confira:

 

  1. Criação de conteúdo

As empresas estão buscando novas formas de contar sua história ou mostrar seus produtos através de plataformas de mídia online! Saber como criar essas possibilidades de comunicação de forma diferente para cada público, te torna um profissional preparado para encarar o mercado. Evolua suas habilidades de escrita criativa, e-mail marketings, conteúdo orgânico para redes sociais e pago. Nunca pare de criar novas abordagens e testar o que funciona melhor para o seu público como: tipo de vocabulário, pessoa, linguagem, testes AB do mesmo anúncio com linguagens diferentes, entre outros testes que podem ser feitos.

  1. Base de dados

Para fazer um bom marketing, é preciso saber onde você está mirando, certo? Então, ao invés de desperdiçar um conceito incrível em um público que não vai se admirar com ele, crie uma base dados rica sobre quem você está tentando alcançar. Saiba juntar dados observados e captados por você em campanhas antigas – e não públicos – e cruzá-los. Assim, você pode enriquecer o conteúdo para o seu público verdadeiro e não terá nenhum tipo de vulnerabilidade por seguir um perfil de consumidor já pronto na internet.

Você terá o expertise sobre o que funcionará, pois saber conversar com seu público é o tesouro da comunicação digital.

  1. Saiba se comunicar com seus designers e unir competências

É muito importante que exista uma colaboração entre um time e não só por questão pessoal: Quando grandes ideias são combinadas, coisas incríveis podem ser feitas! Campanhas que se apoiam apenas no redator foram vencidas pelo conteúdo visual integrado de qualidade. Conhecendo o básico das ferramentas que seu designer usa e coisas simples como medidas, vocês podem se comunicar de forma clara e chegar na melhor solução possível para toda a equipe e seu consumidor receberá um trabalho perfeito.

Portanto, entenda o básico do trabalho do seu colega.

  1. Softwares de automação

Embora existam muitos filmes sobre as máquinas tomando o lugar do homem, tenha em mente que um software de automação não existe pra te substituir: Ele apenas funciona pois tem suas direções e existe para tornar seu trabalho ainda mais preciso.

Automatizando o envio de e-mail marketing ou algumas respostas (contando com bots) em redes, você poderá fazer seu trabalho bem melhor, mais rápido e atingindo um público maior. Além de tudo isso, você poderá gastar sua energia pensando em projetos maiores e direções criativas futuras com os novos dados que você conquistou através da nova gama de público.

  1. Métricas

Se você tem uma base de dados incrível, você precisa medir como suas campanhas estão performando, certo? Tendo a habilidade de analisar seus dados e encontrar respostas, você aprenderá a como aumentar seu resultado positivo e otimizá-lo. Hoje, os sistemas deixam claro qual é o público que você ainda não está alcançando.

Cruzando os dados e entendendo os pontos negativos e positivos de suas campanhas, você poderá planejar suas próximas estratégias.

Isso faz toda a diferença para poder guiar projetos que façam empresas crescerem, ao invés de apenas torná-las estáveis.

  1. Storytelling

Suas campanhas fazem sentido juntas em todos os canais de marketing digital? Você precisa olhar para todo o material da campanha e se certificar que as peças se comunicam entre si. Caso contrário, são apenas peças soltas que não guiarão o consumidor pelo caminho até o ponto que você planeja.

Aproveite os dados e crie uma comunicação atraente, estratégica e pessoal. Esse é um dos motivos pelo qual sua equipe precisa se comunicar, estar alinhada e ser sincera sobre as expectativas com base em objetivos palpáveis e reais para a situação que seu cliente se encontra.

  1. Estratégia de engajamento

Dizem que o marketing boca a boca morreu, porém, ele só mudou de forma: Hoje, independente do público, ele certamente se identifica com alguma pessoa online ou alguma rede social específica.

Dessa forma, criar projetos com influenciadores que tenham um público segmentado que combine com o seu faz toda a diferença. Pense que é muito melhor ouvir a opinião sobre um produto de alguém que você já “conhece”. Esse é o objetivo dos influenciadores ao dividir a vida com pessoas diferentes em redes sociais.

Claro: Não esqueça de pesquisar o passado do influencer que você pensa em trabalhar e monitorar suas últimas atividades. Conhecer o perfil da pessoa com quem você planeja trabalhar e que tipo de mensagem ela passa em redes mais pessoas – como Twitter e Facebook – diz muito sobre uma pessoa. Tenha cuidado para não danificar sua marca por causa de um influenciador, ok?

Assim, você poderá aumentar a mensurabilidade e o ROI: Pulando alguns passos na rede de marketing, já que o transmissor da mensagem é alguém que seu público considera. Isso tem a ver com semiótica cultural: Coisas tem mais valores para algumas pessoas por sua vivência e sua cultura do que para outras.

  1. Gestão de expansão digital

Cuidado: quando mais pessoas tem acesso ao seu conteúdo, significa que você precisa estar de olho no que está sendo dito. É bom contar com softwares para fazer o processo de monitoramento e reações sobre a sua marca em diversos canais.

É imprescindível saber gerenciar por dois motivos: Agarrar possibilidades digitais, ou ainda, conter riscos.

Esteja de olho no Google, Facebook, Twitter, Youtube, Instagram, sites de resenhas e buscas por voz.

  1. Proximidade com o consumidor

As empresas que se destacam são aquelas que tem uma boa comunicação com seu público e, principalmente, são empáticas. Isso porque se tornam mais próximas de seus clientes e dão a impressão que estão focadas em solucionar problemas desses, ou tornar algo mais fácil em sua vida.

Essa habilidade também se aplica ao seu trabalho: Quanto mais compreensivo você é com seus colaboradores e entende os limites de cada um, você poderá criar relações interpessoais e criar um trabalho significativo.

  1. Ferramentas

Nunca pare de se especializar e entender mais sobre: Marketing Inbound, Google Data, ferramentas de publicação de social media, mensuração de ROI, SEO, SEM, CRM. Todas essas são capazes de somar no seu trabalho e tornar sua campanha brilhante e ainda mais completa.

Para aprender mais sobre essas habilidades e competências que um profissional de Marketing Digital deve ter e fortalecê-las, conte com a Next U: Você conquista seu certificado sem sair de casa, cria seu portfólio através de variados exercícios e ainda conta com tutores que te respondem via chat em até 5 minutos em caso de dúvidas.

Venha para o futuro com a Next U!

 

Referência: Forbes.